A batalha do apocalipse – Resenha + Autógrafo *_*

Título: A Batalha do Apocalipse
Autor: Eduardo Spohr
Páginas: 586
Editora: Verus Editora
Assunto: Nacional – Ficção Fantasiosa
Classificação: 4,5/5

Há muitos anos, o paraíso foi palco de um terrível levante. Um grupo de anjos guerreiros, amantes da justiça e da liberdade, desafia a tirania dos poderosos arcanjos, levantando armas contra seus opressores. Expulsos, os renegados foram forçados ao exílio e condenados a vagar pelo mundo dos homens até o Dia do Juízo Final. Mais eis que chega o momento do Apocalipse, o tempo de ajustes de contas. Único sobrevivente do expurgo, Ablon, o líder dos renegados, é convidado por Lúcifer, o Arcanjo Negro, a se juntar às suas legiões na Batalha do Armagedon, o embate final entre o céu e a terra, a guerra que decidirá o futuro da humanidade.


 

Hello peoples!!!!

Trago hoje um livro que li já tem um tempinho e confesso fiquei apaixonada pela obra e pelo autor: 1 – porque ele é brasileiro; 2 – por ainda não ter lido um livro igual por aqui;  3 – Por antes não ser um dos meus gêneros literários favoritos e me fazer morder a língua e me apaixonar pela trama.

O maior motivo foi que no domingo ele esteve aqui em BH e claro não iria perder a oportunidade dele rabiscar meu livro, afinal o admiro por ser brasileiro e fazer uma obra extraordinária como essa e melhorar a cada livro publicado. E por me surpreender com a forma que tratou os leitores, sendo super atencioso e simpático. Ele inclusive curtiu fotos que marcamos ele no insta.

Para compreenderem melhor, na obra verificamos que Deus criou o mundo em seis dias e no sétimo descansou e deixou os arcanjos no comando, que ainda vivem o sétimo dia. São 5 os arcanjos – Miguel: Príncipe dos anjos, o primogênito que tem inveja dos homens, “criaturas de barro”, por Deus lhes conceder o livre-arbítrio e a alma; Uziel:  comandante dos exércitos de querubins, que tem uma curta aparição na trama; Gabriel: Mestre do Fogo, que rebelou-se contra o arcanjo Miguel ficando ao lado dos homens;  Rafael: Que isolou-se, após ver o propósito dos irmãos e Lúcifer, a Estrela da Manhã, que a princípio ficou ao lado de Gabriel por motivos egoístas, agora Príncipe do Sheol (o inferno).

Entendendo um pouco dos arcanjos e da confusão que se tornou o céu, posso lhes explicar a história: Miguel com suas opressões aos humanos (ele desejava exterminar a raça),  causou uma rebelião no céu, 18 anjos foram enviados a Haled (terra) por defenderem a raça humana e o traírem, somente o líder sobreviveu a caçada que sofreram pelos guerreiros de Miguel – esse é o nosso personagem: Ablon.

batalha-do-apocalipse

Ablon  é o anjo renegado, da casta dos querubins, Primeiro General do exército celeste que revoltou-se contra o arcanjo  Miguel  e foi condenado ao mundo dos homens.

Acompanhamos sua trajetória pela terra que  vai da queda dos anjos ao crepúsculo do mundo, sua eterna fuga, aventuras, encontros e desencontros. Embarcamos em cenários históricos e cinematográficos que  nos fazem viajar e acreditar que os fatos realmente aconteceram. Do livro podemos esperar muita ação: lutas, batalhas e fugas são corriqueiros; informações relevantes sobre a teoria do livro: o li como se fosse uma história mitológica neste aspecto, me atentando a cada detalhe; pitadas de romance: isso mesmo, até mesmo um querubim tem direito a se apaixonar, neste caso por uma feiticeira humana que conseguiu vencer a imortalidade e o acompanha e ajuda durante toda a trama.  Em meio a isso tudo o Armagedom se aproxima, a batalha que ira decidir o futuro do planeta, por causa dele acompanhamos alianças inimagináveis, que buscam por um único proposito. Claro que nosso general participa da batalha que acompanhamos em detalhes no livro, uma das mais emocionantes que acompanhei até aqui.

Devo dizer que eu consegui embarcar na história e acreditar nas teorias, porque para mim quando uma história é bem contada ela se torna real. Mesmo ficcional como esta, e não me venham dizer que ele contradiz a bíblia e blablablá, se pensarmos bem o mundo que ele cita nem é o nosso mundo em si, tem apenas muitas similaridades, então solte as amarras religiosas e acompanhem apenas como mais uma ficção.

O livro também abusa do flash-back o que na minha opinião enriqueceu a história, nos ajudando a atender o desenrolar e a correlação de como ações que ocorreram no passado, interferem no futuro. Devo dizer que o autor conseguiu o que almejava, criar um universo com uma mitologia redesenhada e que tem coerência (a qual me apaixonei) com personagens fantásticos como Deuses, bruxos, magos, anjos, arcanjos, demônios e cenários encantadores como a antiga Babilônia, o Império Romano, cidade do Rio, além do céu, inferno e tantos outros. O livro alcançou o sucesso merecido.

Mas confesso que achei alguns capítulos cansativos, principalmente do início para o meio do livro. Porém recomendo não desistir da leitura, que após esses períodos, se torna novamente instigante e devo dizer que o final é simplesmente maravilhoso, com direito a deixar gostinho de quero mais.

CYMERA_20151209_133939

Curtida do autor no insta do blog *_*

vintage-gramophone-record_small (1)vintage-gramophone-record_small (1)vintage-gramophone-record_small (1)vintage-gramophone-record_small (1)vintage-gramophone-record_small-1

Até mais,

Luh.

 

 

Anúncios

Sobre Luh Alves

"Luana Alves – 21 anos, mineira, aquariana inconstante e apaixonada pela vida, viciada em livros e louca por séries."
Esse post foi publicado em livros, resenhas e marcado , . Guardar link permanente.

8 respostas para A batalha do apocalipse – Resenha + Autógrafo *_*

  1. Pingback: Trilogia – Filhos do Edén | Livros e Vitrolas

  2. Stéph disse:

    Que da hora ele ser brasileiro !! Olhando a capa livro a gente (quer dizer, eu) pensa logo que é história estrangeira kkk
    adorei a foto de vocês 2 juntos..

    Curtido por 1 pessoa

  3. Pingback: TOP Five – 2015 🏆🎉👏👏👏 | Livros e Vitrolas

  4. Um livro ja tem valor sentimental.. Qnd autografado entaooo.. Eu já peguei emprestado esse livro mas nunca o li 😦

    Curtido por 1 pessoa

  5. Que legal ter a oportunidade de conhecer e receber um autografo do autor :))
    Esse livro parece ser muito bom e confesso que eu tenho muita curiosidade de ler hehe.
    Adorei a resenha Luh ❤
    Beijinhos :*

    Curtido por 1 pessoa

    • Leia MSM, se gosta do tema certamente vai adorar.
      Nossa nem fala é ótimo conhecer e receber um autógrafo, sabemos que o autor existe, mas quando estamos ali pertinho é tanta emoçã. 😂
      Se tiver a oportunidade de ver alguém que admira pode ir sem medo, vale muito a pena.
      Beijuu.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe seu comentário e sera respondido...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s