Ensaio sobre a Cegueira – Filme

Hello Everybody!

Tudo bem com vocês? Trazendo pra vocês hoje mais uma resenha… Preparados?! Bora lá!

19881610.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxxTítulo Original: Blindness
Tempo de Duração: 120 minutos
Ano de Lançamento: 2008
Direção: Fernando Meirelles
Genero: Drama, Ficção Cientifica
Sinopse: Uma inédita e inexplicável epidemia de cegueira atinge uma cidade. Chamada de “cegueira branca”, já que as pessoas atingidas apenas passam a ver uma superfície leitosa, a doença surge inicialmente em um homem no trânsito e, pouco a pouco, se espalha pelo país. À medida que os afetados são colocados em quarentena e os serviços oferecidos pelo Estado começam a falhar as pessoas passam a lutar por suas necessidades básicas, expondo seus instintos primários. Nesta situação a única pessoa que ainda consegue enxergar é a mulher de um médico (Julianne Moore), que juntamente com um grupo de internos tenta encontrar a humanidade perdida.


Transito caótico, um sinal vermelho, um cruzamento, um homem paralisado dentro de seu carro, atrapalhando todo o transito, um grito abafado e agoniante: Alguém me ajude, estou cego! Mas não é ausência de luz e sim como se, nas palavras dele, tivessem ligado um holofote em seus olhos ou como se ele nadasse em leite, tudo era branco! Desesperado ele aceita a ajuda de um estranho, que o leva pra casa, mas em troca leva o seu carro.

ensaiosobre_2
Mais tarde ele e sua esposa vão a um especialista, que o examina, mas, não sabe como ajuda-lo, ele nunca havia visto algo assim em toda a sua carreira o encaminha ate um hospital para mais exames. Em um outro ponto da cidade o “prestativo ladrão” da de cara com uma blitz e no momento em que tenta escapar algo estanho acontece, ele fica cego.
Com o decorrer dos dias todos que tiveram contato com ele começam a sofrer dessa súbita doença e assim por diante, menos (Julianne Moore) a esposa amável e dedicada do oftalmologista. O governo como medida de “precaução” resolve isolar todas essas pessoas em um sanatório desativado. Todos com a “cegueira branca” são encaminhados para la e mesmo não estando cega, a esposa vai junto, fingindo que esta cega, para não abandonar seu companheiro.

ensaio-sobre-a-cegueira_filme4
Neste ambiente eles terão que enfrentar muitas coisas, fome, sede, doenças, abusos e o mais perturbador… O que acontece com o mundo do lado de fora daquelas paredes?!

cegueira 2Um filme realmente inspirador e reflexivo… e se todos nós de uma hora pra outra perdêssemos um dos nossos sentidos mais importante, o que seria de nós? O que seria da sociedade, uma doença que não olha raça, cor, etnia e nem classe social. O que isso teria a nos ensinar?!

principais-causas-da-cegueira-4
Confesso que não li o livro e só soube da obra de José Saramago, apos ter visto esse filme (será que sou a unica?! Me sinto como uma mulher traída, sempre a ultima a ficar sabendo 😦 ) e confesso que me apaixonei, pela ideia e pela forma que construiu cada personagem, com cada defeito mundano e características bem comuns. Já me apaixonei e nisso não tenho duvidas… Se eu recomendo, claro né!
Obrigada por ler esse resenha! Deixe aqui sua opinião, critica, elogio… vamos la! Converse comigo! HaHaHa
Beijos da Malu ❤

Um pequeno trecho: Pelo tempo de uma canção, O reino dos cegos se espremeu ao redor de um radinho de pilha… Só podemos imaginar as cabeças inclinadas, os olhos abertos, as lagrimas. 
Pra que perguntar se eram de alegria ou tristeza? Alegria e tristeza não são como óleo e água… Elas coexistem! 

Anúncios

Sobre Malu Souza

"Meu nome é Mariana Lucas, mas podem me chamar de Malu. 21 anos, mineira, geminiana, cruzeirense... amo tocar violão, cantar, assistir filmes, ler. Não tenho nada interessante a dizer sobre mim, que não já tenha sido dito... é isso!"
Esse post foi publicado em Filmes e marcado , . Guardar link permanente.

12 respostas para Ensaio sobre a Cegueira – Filme

  1. Laércio Becker disse:

    Uma terrível falha, ainda não assisti… mas sua ótima resenha me animou 🙂
    O problema é encontrar vídeo-locadora… talvez seja mais fácil encontrar algum acendedor de lampiões, rsrsrs…

    Curtido por 1 pessoa

  2. Intercâmbio e mais disse:

    Oi, te indiquei para uma Tag 🙂 https://pausapararefletir.wordpress.com/2015/12/24/tag-descobrindo-novos-blogs/ e esse filme é bem forte né, assisti ele bem novinha (uns 10 anos) e meu Deus, fiquei com ele na cabeça por um mês hahaha

    Curtido por 1 pessoa

  3. O livro é ainda melhor!

    Curtido por 1 pessoa

  4. Marina disse:

    Sempre tive muita vontade de assistir esse filme, agora depois dessa resenha então! Parece ser fantástico.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Letícia disse:

    esse filme foi passado na minha sala na epoca de escola. Não lembro muito do filme, só lembro que foi bem marcante e comentado pela sala durante um tempo D: haha
    Beijo!

    Curtido por 1 pessoa

  6. bakekuro disse:

    Este filme é muito bom

    Curtido por 1 pessoa

Deixe seu comentário e sera respondido...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s