A química de Breaking Bad

Olá pessoal!!

Depois de muito tempo sem post’s de séries (e têm tantas que quero dividir com vocês…). Hoje trouxe uma das melhores séries da atualidade, a assisti tem um tempinho, mas vale muito a pena compartilhar. Ela têm 5 temporadas e o episódio final foi exibido em 29 de setembro de 2013.

Prêmios: Recebeu inúmeros prêmios, incluindo dezesseis Primetime Emmy Awards, oito Satellite Awards, dois Globos de Ouro e um Prêmio Escolha Popular. Em 2014 entrou para o Livro Guinness dos Recordes como o seriado mais bem avaliado de sempre pela crítica. – Fonte: Wikipédia

breaking-bad-breaking-bad-37307235-1600-900Imagino que a maioria de vocês, pelo menos já escutou falar dela. E se a resposta for negativa, corra e procure: não sabe o que está perdendo!


Breaking bad, se passa em Albuquerque, Novo México e têm como protagonista Walter White (Bryan Cranston) um professor de química do ensino médio. Ele têm um filho adolescente que sofre de paralisia cerebral (RJ Mitte) e uma esposa grávida, Skyler (Anna Gunn). Até então ele é mais um professor desconsiderado pela sociedade, que precisa de complementar a renda para viver. Confesso que na primeira temporada quase desisti da série ele era muito quadrado, certinho e tinha uma vida “normal até demais”.

breakingbad2No entanto, sua vida vira de ponta cabeça ao ser diagnosticado com câncer de pulmão avançado. A partir deste momento White começa a pensar em uma forma de pagar seu tratamento e de como deixar sua esposa e filhos com uma vida melhor. O químico têm o “start” em um passeio com o seu cunhado e amigo Hank (Dean Norris), o qual é um agente da DEA (Órgão para o Controle/Combate das Drogas). Neste programa Walter vê um ex-aluno dele, Jesse Pinkman (Aaron Paul), fugindo da cena de um laboratório de metanfetamina.

Em um ato desesperado, o químico decide fabricar a melhor metanfetamina* do mercado. Para tanto, entra em contato com o ex-aluno para iniciarem os negócios.

* uma droga sintética mais poderosa que o crack

img-1016640-galeria-melhores-mortes-de-breaking-bad-capa.jpg

Walter começa a fabricar e Pinkman o auxilia na distribuição, no início encontram algumas dificuldades com traficantes locais, porém enfrentam o contratempo e se tornam chefões do narcotráfico, neste mercado White fica conhecido como ‘Heisenberg’.

Algo interessante é que com o passar dos capítulos o químico consegue nos levar do amor ao ódio, ele se torna a cada capítulo mais sombrio e cruel para alcançar seus objetivos, ele diz fazer tudo pela família, porém aos  poucos percebemos que ele está indo para o lado negro da “força”. Mas ainda assim torcemos para ele não ser descoberto, ele consegue ser carismático mesmo em meio a crueldades (e convenhamos muitas delas é para salvar sua pele e do parceiro).

walter_white2A cada temporada a série fica mais instigante (queremos saber onde Walter e Jesse irão chegar), ela tem a formula perfeito para ter deixar viciado (risos).

Brincadeiras a parte, ela conseguiu um personagem que antes era como eu e você, um cidadão comum e tedioso e que ao descobrir seu talento (nada convencional) conseguiu o poder que o transformou em uma pessoa totalmente egocêntrica, vaidosa e sem escrúpulos.

BITCH!

Seu contra ponto se torna seu parceiro um traficante peixe pequeno, viciado, uma “alma perdida” que ajudou Walter a entrar no mercado, ele dá humor á série com suas macandas. E aos poucos ele cresce ao lado do protagonista se tornando extremamente carismático e fazendo o caminho contrário de Walter, se tornando a consciência da dupla.


Por mais que eu tente estou aquém para falar da grandiosidade desta obra. Que passou longe dos clichês, manteve o ritmo e a sequência com um enredo grandioso e atuações excelentes. Para variar o mesmo nos brincou com um final surpreendentemente bem feito, para mim perfeito. (Me lembro que fui obrigada a dispor uma salva de palmas no final da trama).

breaking_bad_wallpaper.jpgEsperam que gostem da dica, me contem se já assitiram e quais são suas impressões sobre a sequência.

Até a próxima,

Luh.

Anúncios

Sobre Luh Alves

"Luana Alves – 21 anos, mineira, aquariana inconstante e apaixonada pela vida, viciada em livros e louca por séries."
Esse post foi publicado em resenhas, Séries, Sem categoria e marcado , , , . Guardar link permanente.

15 respostas para A química de Breaking Bad

  1. lavemopato disse:

    Amo breaking bad!!! 😀 Adorei o post!

    Curtido por 2 pessoas

  2. Eu tenho que assistir essa série, mds. Todos as resenhas que já li, sempre foram com críticas positivas *-*
    Mas eu vim te convidar para responder uma tag literária que eu indiquei seu blog. Espero muito que goste *-*
    Link https://livrecomcutura.wordpress.com/2016/02/16/tag-esse-ou-esse/
    Beijos flor

    Curtido por 2 pessoas

  3. Mary Mendes disse:

    Ainda não assisti, mas tenho vontade de ver, agora depois do seu post, vou tentar
    Meu irmao é fã.
    Bjos

    Curtido por 2 pessoas

  4. Lari Reis disse:

    Ei, Luh! Muita gente já me recomendou Breaking Bad antes e eu sempre estive muito interessada, mas seu post foi o meu favorito até agora. Simples e direto, sobretudo pra quem ainda – como eu – não viu!

    Curtido por 2 pessoas

  5. Todo mundo fala tão bem dessa série, mas nunca pare para assistir e agora fiquei com vontade de dar uma conferida para ver como que é hehe.
    Adorei o post Luh :))
    Beijos ❤

    Curtido por 2 pessoas

  6. Eu assisti até o começo da segunda temporada e desisti. Mas todo mundo me fala tanto sobre ela que eu acho que vou dar mais uma chance e começar de novo. Não é possível que todo mundo goste, menos eu. akjshdakjshdakjsh

    Curtido por 2 pessoas

  7. Laércio Becker disse:

    Estou sem TV a cabo há anos, por isso nunca vi Breaking Bad. Mas finalmente instalaram antena coletiva lá no prédio e estou assistindo à – excelente – TV Cultura. Minha intenção era ver o Jornal da noite, mas acabo vendo também, por inércia, trechos das duas séries vizinhas e ele: Dr. Who e Mad Man. Vc as assiste? Já publicou posts sobre elas? Bom carnaval! 🙂

    Curtido por 2 pessoas

  8. Lucas Oliveira disse:

    Uma das melhores séries, sem dúvida

    Curtido por 2 pessoas

  9. WLD disse:

    Querida Luh, muito bom o seu texto sobre a série. Esta foi uma pancada. E eu demorei pra caramba pra conseguir engrenar. Sempre ficava no primeiro episódio, e todo mundo falando e tal, aí eu insisti. Não muito, depois que peguei ritmo, viciei. Sinceramente, acho que é uma das melhores que já assisti até hoje, senão a melhor. Abraço, ótima noite, amiga. E Parabéns pelo bom gosto.

    Curtido por 2 pessoas

Deixe seu comentário e sera respondido...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s