Por onde anda essa tal felicidade?

Após meses sem postar e com uma saudade apertando em meu peito, agora estou de volta e desta vez não irei sumir!!! Esse bloguizinho me faz tão bem que vocês nem imaginam…


 

Durante muito tempo me perguntei: – Por onde anda essa tal felicidade, que tanto cantam por aí? E confesso  que a procurei em vão nos lugares mais improváveis e ás vezes de formas  malucas. E por não encontra-la durante um período acreditei que de fato “essa tal felicidade” não existia. Queria senti-la plenamente, para sempre como os mocinhos no fim das novelas e livros, mas nunca dava certo, esse “the end” perfeito não chegava e me perguntava o porquê. Ás vezes pensava que estava contente, mas logo acontecia algo que acabava com aquela sensação.

Não queria ser alegre por um momento, mas todos os dias. Sentia que sempre faltava algo e em momentos que algumas pessoas ficariam alegres eu me comportava indiferente. Foi então que percebi que muitas vezes o erro estava em mim, procurava por algo que estava o tempo todo nas minhas mãos.

Depois de refletir cheguei à conclusão que ser feliz é uma escolha. Por mais que alcance todas as metas que estipulei que me deixariam alegre, se não estiver bem comigo, aquilo não será suficiente.

Outra observação que fiz foi que a felicidade não está nas coisas, nas pessoas, ou mesmo em objetivos traçados. Ela depende única e exclusivamente de cada um, ela está na forma como olhamos o mundo, nas frases que falamos durante o dia, na satisfação que sentimos ao fazer algo que gostamos.

Ela se resume nos momentos que sentimos que a vida vale a pena, momentos que não pensamos em nada, aqueles que estamos tão tranquilos que o tempo poderia parar ali e estaria tudo certo. Esses momentos não são programados, eles acontecem e só percebemos quando já passaram.

Ser feliz o tempo todo é algo impossível e essa é a graça de viver, estar cada dia de uma forma. Conseguir se tornar várias versões de si mesmo, entender que até as lágrimas tem seu encanto. E que cada coisa tem seu tempo, a vida é assim. Não é porque não esta o tempo todo sorrindo que não é feliz, existe contentamento no silêncio, existe tranquilidade após a tribulação. Devemos aceitar que tudo na vida pode acontecer e que navegamos em um mar de sentimentos, resta deixar ele nos levar e não se importar tanto se por agora o mar não está calmo, uma hora a agitação vai passar.

Agora uma musiquinha para todos que acompanham o L&V: “Felicidade é viver na sua companhia…”

 

 

 

Anúncios

Sobre Luh Alves

"Luana Alves – 21 anos, mineira, aquariana inconstante e apaixonada pela vida, viciada em livros e louca por séries."
Esse post foi publicado em Reflexões. Bookmark o link permanente.

24 respostas para Por onde anda essa tal felicidade?

  1. carolrigotii disse:

    Amei esse texto, muito bom! ❤

    Curtido por 1 pessoa

  2. Adorei. Sempre que possivel passarei aqui. Me indentifiquei e fico feliz que compartilhou ^^
    aparece mais vezes. Obrigada

    Curtido por 1 pessoa

  3. Me vi no seu texto…muito obrigada por te-lo escrito. Bjs

    Curtido por 1 pessoa

  4. gageier disse:

    Hallo danke für deinen Besuch es ist heute ein Traumwetter diesen Tag haben wir richtig genossen wünsche dir ein schönes Wochenende Klaus in Freundschaft

    Curtido por 1 pessoa

  5. robertalessablog disse:

    Bela reflexão, soma de talento poético e busca de saberes e sabores pela vida…Bonito mesmo.

    Curtido por 2 pessoas

  6. Não sei se você conhece, mas Tim Maia tem uma música maravilhosa e que amo ouvir e que se chama Essa tal Felicidade. Ouça https://www.youtube.com/watch?v=LyJNWRShtTo

    Curtido por 1 pessoa

  7. Pingback: TAG’s ³ | Devaneadora de Ideias

  8. doth10 disse:

    Adorei o texto, bastante pessoal e reflexivo. Que bom que você encontrou “a resposta”. hehehee. Penso da mesma forma e entendo bem como essa combinação de ler/ escrever pode fazer bem.

    Curtido por 1 pessoa

  9. A felicidade é o sonho do homem moderno. Começou com o iluminismo e as novas ciências que procuram dar respostas a todos os problemas da humanidade, ao mal e à morte. Em nossos tempos conhecemos a pós-modernidade que vem, com muito realismo, dizer que esse sonho de felicidade é impossível. Pense nas consequências negativas da tecnologia, entre elas a bomba atômica (embora tanta coisa boa que ela trouxe, não é?!). Hoje em dia, pensamos como você pensa: é impossível ser feliz 24 horas por dia…. Há uma diferença enorme entre alegria e felicidade – Alegria pode ser passageira, pois ela supõe ausência de dor e sofrimento. Mas a verdadeira felicidade supõe a dor e o sofrimento. Um mãe não se sacrifica pelos filhos por causa da felicidade deles? Isso é a felicidade da mãe. A felicidade, para mim, é mais que sentimento, como o amor é mais do que sentimento. Se fosse sentimento, amaríamos apenas as pessoas que nos fazem bem e alegres. O que não é verdade. O amor não é um sentimento bom – é uma disposição de espírito. Da mesma forma é a felicidade. Não somos colecionadores de pedaços de felicidade, nem de pedaços de amor. Precisamos criar e recriar o espírito de felicidade – que vai além da técnica e do bem estar. Acho que já falei demais kkkkk. Grande abraço.

    Curtido por 2 pessoas

    • Luh Alves disse:

      kkkk Obrigado pelo comentário agregador. Talvez não me expressei bem no texto. Mas para mim hoje existem momentos de grande euforia, e mesmo quando não estamos neles ou mesmo quando enfrentamos problemas, ainda assim podemos nos julgar felizes. Porque se julgar feliz está além de um sorriso ou momentos, é um estado de espírito que como vc disse devemos criar e recriar. Abraços.

      Curtido por 1 pessoa

  10. Vera disse:

    Que texto lindo!
    Bem pessoal e sincero!
    Beijos

    Curtido por 1 pessoa

  11. Agda Marianne disse:

    Linda reflexão, Lu *-* Parabéns!
    Lembrei da música de Frejat “E que você descubra que rir é bom, mas que rir de tudo é desespero”
    Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

  12. Isabella Cas disse:

    Exatamente a felicidade é uma escolha 😀
    Amei o texto!!! E amei que tenha voltado ^^ Some não hein rsrs
    bjsssssss ❤

    Curtir

  13. Amei o texto ❤
    Adorei cada palavra dita e me indentifiquei um pouco !
    Parabéns pelo blog 👏😍

    Curtido por 1 pessoa

  14. Nayara Rosolen disse:

    Ameeei o texto, Luh!!! Me identifiquei em cada palavra dita ❤ Precisamos passar por coisas não muito legais para aprender esse pensamento e cultivar ele todos os dias!
    Mas que ótimo que está de volta!! Estava sentindo falta dos posts do blog, não suma mais<3
    Beeeijos, https://sorrirparaencantar.wordpress.com/

    Curtido por 1 pessoa

    • Luh Alves disse:

      Obg, Nayara 😍
      Deste vez eu voltei e agr é para ficar kkkk
      Eu estava morrendo de saudades de visitar os blogs tbm, aos poucos estou ficando por dentro das novidades. Indo conferir o seu agr, que é um dos q gosto de acompanhar🚶🚶

      Curtir

Deixe seu comentário e sera respondido...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s